"Muitos livros foram escritos sobre bruxaria(...). Embora seus autores soubessem que bruxas existissem, nenhum deles consultou uma bruxa sobre suas visões a respeito da bruxaria. Afinal, a opinião de uma bruxa deveria ter algum valor, mesmo se não se encaixasse nas opiniões preconcebidas(...). Sou antropólogo e é consenso que o trabalho de um antropólogo é investigar o que as pessoas fazem e em que acreditam, e não o que outras pessoas dizem que elas fazem ou acreditam."(Gardner, 2003, p.21-22 em: A Bruxaria Hoje)
"A Bruxaria Moderna é um fato. Ela não é mais uma relíquia subterrânea da qual a camada restante, e até mesmo a própria existência, é acirradamente disputada pelos antropologistas. Ela não é mais o passatempo bizarro de um punhado de excêntricos. Ela é a prática religiosa ativa de um número substancial de pessoas." (Farrar, 1985, p. 2 em: A Bíblia da Feitiçaria)

sexta-feira, 4 de maio de 2007

O Que é a Wicca?


A Wicca é uma das muitas religiões pagãs que existem no Brasil e no Mundo. É uma religião que mistura magia com práticas de meditação. A Wicca é definida pela Pagan Federation como um "caminho iniciático, uma religião de mistérios que guia os seus iniciados a uma profunda comunhão com os poderes da Natureza e da psique humana, conduzindo a uma transformação do indivíduo".
O termo "Wicca" deriva de witch (bruxa), ou wicce, na língua anglo-saxã. É uma religião baseada no respeito à Natureza e no culto aos Deuses Antigos. Os wiccanos cultuam os ritos baseados no ciclo da terra e nas estações; buscam harmonizar-se com a Natureza e com os antigos Deuses (religião = religare , religar).
Em geral, na Wicca não existem sacerdotes que detém o poder de contato com o divino. Qualquer praticante pode entrar em contato direto com a divindade. Por isso o fato de que a Wicca é uma religião que pode ser praticada tanto solitariamente como em grupos, chamados covens.
Não há, como jamais haverá, uma forma "pura", "verdadeira" ou "genuína" de Wicca. Não existem agências governamentais centrais, líderes físicos, profetas ou mensageiros universalmente reconhecidos. Apesar de certamente existirem formas específicas e estruturadas de Wicca, elas nem sempre concordam no que diz respeito a rituais, simbolismo ou teologia. Devido a esse individualismo saudável, nenhum sistema ritual ou filosófico surgiu para consumir os demais.
A Wicca é diversificada e multifacetada. Como em todas as religiões, a experiência ritual Wiccana é compartilhada com a deidade apenas.
Atualmente, um número crescente de pessoas anda insatisfeito com a estrutura das religiões tradicionais. Muitos buscam uma religião de apelo pessoal, uma que celebre tanto a realidade física como a espiritual, na qual a sintonia com a deidade seja complementada pela prática da magia.
A Wicca é exatamente assim, centrada em torno da reverência à Natureza na forma da Deusa e do Deus. Suas antigas raízes espirituais, a aceitação da magia e de sua natureza misteriosa torna-na especialmente atraente.
O ideal Wiccano de moralidade é simples: faça o que desejar, desde que não prejudique ninguém. Esta regra contém outra condição, não escrita: não faça nada que lhe prejudique. Assim, se como um Wicca você abusar de seu organismo, negando-lhe suas necessidades vitais ou ainda ferindo a si mesmo, você estará violando este princípio.
Não é apenas uma questão de sobrevivência; isto assegura que você estará em boas condições para assumir a tarefa de preservar e melhorar nosso mundo, pois o cuidado e o amor por nosso planeta é parte vital da Wicca.
A Wicca é uma religião que utiliza magia. Esta é uma de suas características mais distintas e atraentes. Magia religiosa? Isso não é tão estranho quanto pode parecer. Os sacerdotes católicos utilizam "magia" para transformar um pedaço de pão no corpo de um "salvador" há muito falecido. A oração - instrumento comum a muitas religiões - é simplesmente uma forma de comunicação com o Divino. Se a concentração for ampliada, energias passam a ser enviadas com os pensamentos que farão com que, com o tempo, a prece se torne realidade. As preces são uma forma de magia.
A magia é a prática de utilizar energias naturais (ainda que pouco compreendidas) para efetuar mudanças necessárias. Na Wicca, a magia é utilizada como um instrumento para consagrar áreas rituais, melhorarmos a nós mesmos e o mundo no qual vivemos.
Muitas pessoas confundem a Wicca e a magia, como se essas duas palavras tivessem o mesmo sentido. Wicca é uma religião que envolve magia. Se deseja apenas praticar magia, provavelmente a Wicca não é o melhor caminho para você.
Outro ponto fundamental: a magia não é um meio de forçar a natureza a fazer aquilo que deseja. Esta é uma noção completamente equivocada, gerada pela crença de que a magia é algo de certo modo sobrenatural, como se algo que existe pudesse estar de fora da natureza. Magia é natural. É um movimento harmonioso de energias que origina mudanças necessárias. Se deseja praticar magia, deve antes abandonar todas as noções de que ela seria paranormal ou sobrenatural.
A maioria dos Wiccanos não acredita na predestinação. Apesar de honrarmos e reverenciarmos a Deusa e o Deus, sabemos que somos almas livres com total controle e responsabilidade sobre nossas vidas. Não podemos apontar para uma imagem de um deus maligno (...), e culpá-lo por todos os nossos defeitos e fraquezas. Não podemos culpar o destino. A cada segundo de cada dia estamos moldando nossos futuros, criando os cursos de nossas vidas. Uma vez que um Wiccano assume total responsabilidade por tudo o que tenha feito (nesta e em vidas passadas) e determina que as ações futuras estarão de acordo com ideais e objetivos mais elevados, a magia florescerá e a vida será plena de prazer.
Esta talvez seja a essência da Wicca - é uma união prazerosa com a natureza. A terra é uma manifestação da energia divina. Os templos da Wicca são os campos salpicados de flores, as florestas, as praias e os desertos. Quando um Wiccano está ao ar livre, ele (ou ela) está, na verdade, envolto pela santidade, assim como um cristão quando entra em uma igreja ou em uma catedral.
Além disso, toda a natureza está sempre cantando para nós, revelando Seus segredos. Os Wiccanos ouvem a Terra. Eles não ignoram as lições que Ela está desesperadamente nos tentando ensinar. Quando perdemos contato com nosso amado planeta, perdemos o contato com o Divino.
Estes são alguns dos princípios básicos da Wicca. Eles formam a Wicca; os rituais e os mitos são secundários a estes ideais, e servem para celebrá-los.
É impossível ajustar meu pé dentro da pegada de alguém na areia. Não existe um modo único e correto na Wicca; tal pensamento pertence às religiões monoteísticas que em sua maioria se tornaram instituições políticas e mercantis. Os Wiccanos não são tão radicais. Presumir que uma dada religião é o único caminho para se acessar o Divino é talvez a maior das vaidades humanas. Tais crenças causaram incalculáveis derramamentos de sangue e o surgimento do odioso conceito das guerras santas.
A base de tal erro parece ser o conceito de um ser incorrupto, puro e positivo - Deus. Se essa deidade é a soma de todo o bem, seus seguidores acreditam que também deva haver um ser correspondente negativo. Temos, assim, Satã.
A Wicca não corrobora com tais idéias. Reconhecemos os aspectos obscuros da Deusa e do Deus do mesmo modo como reconhecemos os claros. Tudo na natureza é composto de opostos, e esta polaridade reside também em nós mesmos. As mais obscuras características humanas, assim como as mais brilhantes, estão guardadas em nossos inconscientes. Somente nossa capacidade de superar os desejos destrutivos, canalizando tais energias para pensamentos e atos positivos, é capaz de nos separar dos assassinos em massa e dos sociopatas.

3 comentários:

Fábio Luiz disse...

Boa tarde!
Meu nome é Fábio Luiz
e estou precisando da ajuda de vocês, estou fazendo um trabalho antropológico para a faculdade
e se possível gostaria de contar com a ajuda de vocês.
Se caso puderem me ajudar me add no msn fabinholuiz01@hotmail.com.

Anônimo disse...

Oi sou a Haêdra tenho 11 anos e gostaria de virar uma bruxa mais aquelas do bem se alguem pode me ajudar me responde no e-mail haedrapv@hotmail.com
Desde pequena sou facinada por bruxas ,gostaria mesmooooo de ser uma bruxinha do bem
bjsss e me respondam por favor

Anônimo disse...

Ola! sou o Gustavo tenho 15 anos e gostaria de me tornar um bruxo, mas nao sei onde encontrar pessoas da wicca e tambem nao gostaria de ser um bruxo solitario, se puderem, me respomdam no e-mail: guh_97@hotmail.com
Agradecido desde ja!